Inicial Notícias Rio Grande do Sul 15 animais da Região Central foram premiados na Expointer 2017

15 animais da Região Central foram premiados na Expointer 2017

4 min read
0
0
51

A coroação do trabalho dos produtores da região que estiveram presentes na 40ª edição da Expointer, em Esteio, veio por meio de prêmios e boa vendas. A Cabanha Santa Alice, de Santa Maria, por exemplo, teve destaque com os animais da raça devon. A principal conquista foi o título de grande campeã da Expointer, com a fêmea Bella Santa Alice 1151. Além disso, outros animais tiveram reconhecimento (veja quadro). O criador Henrique Ribas diz que foi um ano de muita expectativa.

– Os animais foram avaliados pelo presidente da Associação Britânica de Criadores da Raça Devon, e tiveram bom desempenho, o que nos mostra que estamos fazendo um bom trabalho. Além disso, essa fêmea grande campeã já tinha ótima trajetória de pista, já era campeã terneira em 2015 e campeã vaquilhona maior em 2016 – revela Ribas.

Já a JMT Agropecuária, de São Gabriel, por exemplo, teve entre os seus animais da raça brangus um reservado campeão terneiro menor, com o animal JMT D327, e a terceira melhor fêmea vaca adulta com a exemplar JMT 9980.

Na pista de remates, a agropecuária faturou o maior valor de venda no leilão Noite dos Campeões Brangus com o touro Al Pacino, que teve o maior lance. Supremo grande campeão nacional, o animal foi comercializado por R$ 45 mil e arrematado pela Renascer Biotecnologia, do município de Barra do Quaraí.

– A participação na Expointer deste ano foi muito positiva, principalmente pelo leilão do Al Pacino. Essa venda com preço recorde é sinal que a primavera, época de comercializações, terá boas perspectivas – projeta o administrador da JMT Agropecuária, Carlos Waihrich.

Quanto aos prêmios por julgamento, Waihrich avalia que o alto padrão dos animais deixou a pista bastante competitiva e fez com os exemplares da JMT não alcançassem um melhor desempenho.

Além do gado, outros animais também fizeram bonito. O criador de ovinos João Augusto Nascimento, da Fazenda Descanso, de São Martinho da Serra, comemora as vendas.

– Os exemplares da raça texel tiveram boas vendas. No julgamento, tivemos 3º e 4º lugares garantidos com machos e fêmeas da raça suffolk. O grande destaque foi para o campeão naturalmente colorido PO, que era um animal estreante, que surpreendeu e ficou com o título.

A Cabanha Barra do Guassupi, de São Martinho da Serra, recebeu o troféu Laço de Ouro 2017 da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos.

OS CAMPEÕES DA REGIÃO

Foto: DSM / DSM